Francisco Isöo

o fotografo the photographer
biografia biography

Português| English | Chinese


Francisco Isöo

Francisco Isöo nasceu em Portugal, na cidade do Porto em 1970.

Frequentou as Faculdades de Arquitectura das Universidades de São Paulo (Brasil) e do Porto (Portugal), onde se licenciou em 1998. Estudou escrita, língua e cultura chinesas nas Universidades de Beijing, do Porto e do Minho, tendo nesta última terminado em 2003 a Pós-graduação em Estudos Chineses.

Estudou fotografia na Faculdade de Arquitectura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (Brasil) em 1996 e 1997. Nesse último ano apresentou na Bienal de Arquitectura de São Paulo uma exposição fotográfica sobre “Conjuntos Habitacionais Paulistanos dos Anos 50 e 60".

Tendo se dedicado inicialmente à fotografia comercial, com inúmeros trabalhos publicados, desde 2001 desenvolve um Projecto de Autor consagrado à imagem fotográfica de quotidianos, dentro do universo do Estremo Oriente.

Publicou em 2002 o livro "Momentos de um quotidiano", que retrata a vida de duas comunidades budistas que vivem no sopé dos Himalaias. Uma exposição com o mesmo nome foi apresentada no Arquivo Nacional Torre do Tombo em Lisboa, Livraria Fnac de Lisboa e Porto, Universidade Lusíada, Universidade Católica e Câmara Municipal de Famalicão.

Em 2004 publicou o livro "SHE-SI quotidiano de uma escola”, sobre a escola de Artes Marciais Chinesas She-Si do Porto. A exposição correspondente foi apresentada na Reitoria da Universidade de Aveiro enquadrada na Temporada da China, no Instituto de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Técnica de Lisboa, enquadrada no VIII Colóquio Internacional sobre a China e na Alfandega do Porto, pela ocasião do Simpósio Internacional de DaoYin Qi Gong.

Nesse Simpósio em 2004, expôs trabalho intitulado “DaoYin” que homenageia o sistema Daoyin Yang Sheng Gong, sistema terapêutico criado pelo grande mestre e professor da Universidade de Pequim Zhang Guang De. Este trabalho tem servido de rosto para a divulgação desse sistema em Portugal.

O seu último projecto fotográfico, “Um dia em Tian´Anmen”, foi publicado em livro pela Edições Afrontamento em 2006, tendo sido exposto nas Livrarias Fnac.

Nos seu trabalhos já publicado, tem contado com inúmeros apoios institucionais de notoriedade reconhecida tais como CPF – Centro Português de Fotografia do Ministério da Cultura, Câmara Municipal do Porto, Universidade Lusíada, Universidade Técnica de Lisboa, Universidade de Aveiro, Direcção dos Serviços de Turismo de Macau, Fundação do Oriente, Fundação Jorge Alvares, Grupo Invictos, LabMed, Fnac, Fotosport, entre outros.